top of page
  • Foto do escritorSDPJ Coimbra

III Domingo do Advento

Chegamos ao terceiro domingo do Advento, mais conhecido como o Domingo da AlegriaūüėĀ.


¬ęAlegre-se a terra que era deserta e intransit√°vel, exulte a solid√£o e flores√ßa como um l√≠rio. Germine e exulte de alegria e louvores (...); os seus habitantes ver√£o a gl√≥ria do Senhor, a majestade do nosso Deus¬Ľ (Is 35,1-2).

Os seus habitantes ver√£o a gl√≥ria de Deus! ‚≠ź

Posto no futuro o verbo apresenta-nos uma promessa de Deus, de que a sua gl√≥ria ser√° vista sobre a Terra. A liturgia convida-nos a uma alegria de realiza√ß√£o, uma alegria de esperan√ßa, vivida no Senhor. √Č a expectativa da vinda do Senhor que gera uma alegria diferente na vida daquele que espera, como diz o pr√≥prio profeta Isa√≠as: ¬ęFortalecei as m√£os enfraquecidas e firmai os joelhos debilitados. Dizei √†s pessoas deprimidas: Criai √Ęnimo, n√£o tenhais medo! Vede, √© vosso Deus, √© a vingan√ßa que vem, √© a recompensa de Deus; √© ele que vem para vos salvar¬Ľ (Is 35,3-4).


Desafioūüôā‚¨áÔłŹ

Neste Domingo da Alegria, no tempo do Advento, penso que duas quest√Ķes s√£o importantes para nossa reflex√£o. Que tipo de alegria √© que n√≥s temos procurado e vivido?


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page